Dissipando a cortina de fumaça

Dissipando a cortina de fumaça


Uma leitura que recomendamos, sobre o legado da proibição da maconha no Estados Unidos.

México, 1519. Durante a violenta empreitada colonial espanhola, Hernan Cortés introduz nas Américas o plantio de cânhamo. Em segredo, os nativos começam a consumir a planta. Ao ser levada aos Estados Unidos por imigrantes em busca de trabalho, é compartilhada com trabalhadores negros. Em pouco tempo, a maconha seria denunciada por autoridades como um vício típico de “raças inferiores”. 

Era o início de toda uma era de desinformação, destinada a criar pânico em relação a uma planta utilizada pela humanidade durante milhares de anos. A cannabis acabaria incluída na Lista I de substâncias controladas, ao lado da heroína. Foi o primeiro passo na chamada “Guerra às Drogas”, que tinha como alvo principal jovens negros, encarcerados aos milhares por pequenos delitos. Com suas raízes em factoides e estudos tendenciosos, essa é a história da relação complexa e carregada de tensões raciais dos Estados Unidos com a maconha.. Uma história que continua até hoje. 

Box Brown mergulha fundo nessa controvérsia histórica para criar um “argumento em quadrinhos” divertido e extensamente pesquisado sobre o legado da proibição da maconha nos Estados Unidos.  

Para comprar acesse:
https://www.amazon.com.br/Cannabis-Ilegaliza%C3%A7%C3%A3o-Maconha-Estados-Unidos/dp/8569032471